Canção do encontro


(Ela.)

Vem, meu amado, saiamos ao campo!

Passaremos a noite nas aldeias,

madrugaremos para ir aos vinhedos,

ver se as vides lançaram rebentos

ou se já se abrem suas flores,

se florescem as romãzeiras.

Ali te darei o meu amor.

As mandrágoras exalam seu perfume,

e à nossa porta há mil frutas deliciosas,

tanto frescas como secas,

que para ti, meu amado, reservei.

Excerto de O Cântico dos Cânticos; Bíblia

Publicado por JGuerra

5 comentários:

manuela disse...

Uma bela canção que não conhecia... o prazer da natureza poporcional ao prazer do encontro amoroso...a alegria da oferta...doce e terno...

efeneto disse...

Bela passagem da Biblia que também desconhecia...mas são estas pequenas surpresas que o amigo nos traz em boa hora. A vida é feita destes pequenos promenores que eu desconhecia e em boa hora veio para a nossa "mesa de café" para nos dar a conhecer esta pequena preciosidade. Um abraço de amizade. efeneto.

Eärwen Tulcakelumë disse...

Nada é mais bonito que ver o amor cantado desta forma. Fostes meu amigo muito feliz na escolha desse texto, não poderia ser diferente pois sei da enorme sensibilidade que existe em tua alma.
Digo que este encontro de Almas aqui foi providêncial, pois todos temos em nós a sensibilidade aflorada.

Deixo-te um beijo em forma de pérola incandescete.

Eärwen

O Sentir dos sentidos disse...

Que lindo canto de amor!
Devo te confessar que fiquei maravilhada com a beleza candida deste texto que não conhecia.Só mesmo pessoas de sensibilidade e alma poética faria tão bela escolha.Aqui deixo meu carinho e meu muito obrigada por me fazer conhecer tão belo escrito.
Beijo comsentido,

Nelson Ngungu Rossano disse...

Na Bíblia tem poesia, aqui está a prova!

Abraço