A inesperada silhueta da sombra

que a noite desperta

entre o luar e as árvores nuas

aproxima-me do promontório

abismo insondável

dos meus sonhos negros

Nem a mão que repousa na esperança

da luz total das tuas mãos

me devolve à plenitude da lucidez

Há um espaço por preencher

no relevo da parábola

verbo que esventra a noite

quando a tua ausência é presente

Dilacero as esquinas do granito

mãos ensanguentadas

no pescoço da madrugada

até que o sal apazigue a angústia

ou a bebedeira me passe.


©efeneto



19 comentários:

FERNANDA & POEMAS disse...

QUERIDO AMIGO, SUBLIME POEMA... ADOREI!!!
UM ABRAÇO DE CARINHO,
FERNANDINHA

Olhos de mel disse...

Oie lindinho, como sempre poemas cheios de sentimentos e de uma beleza imensa! Que Deus lhe dê a paz tão sonhada!
Beijos

O Profeta disse...

És madeira verde
Ou apenas mulher perdida
Testemunha de berço feito de penas
Arca perdida da dor contida

Tudo isto é universo
Em límpida poça de água
Onde as conchas têm a forma de coração
Onde o sal afasta a mágoa

A ti que és minha amiga especial
convido-te a partilhar comigo o “sítio das conchas azuis”




Beijo azul

lua prateada disse...

Migo cada vez que te vais...ao voltar estás mais sensível diria (quase) mais no além............
Mas para lá tens tempo miga fica aqui te amamos tanto.
Está simplesmente maravilhoso
Beijinho com carinho

SOL

elsa disse...

obrigado por tuas letras que sempre me vão acompanhando...
deixo uma nota de lembrança...

António Gallobar disse...

O que li até agora é fantastico, gostei muito e uma poesia com a qual me identifico muito, muitos parabens e vou ficar atento.

Até breve

O Profeta disse...

Para lá desta janela sincera
Mora a luz radiosa, inconstante
Esta Lira liberta uma breve melodia
Que a brisa carrega adiante

Passos amedrontados
Olhos abertos sem vida, sem fervor
Sons mais que mil e muitos
Máscara da ironia de Deus superior

Bom fim de semana


Mágico beijo

Olhos de Mel disse...

Passando para desejar a todos que fazem o Almas Poéticas, um bom fim de semana! Beijos

manzas disse...

Tocavam os raios ensolarados e madrugadores
Nas vastas planícies, terras por conquistar…
Do chão brotavam vidas e esperanças de amores
Colhidas por ninfas ao som de flautas, a dançar

Mas nessas terras, também corriam ventos de tirania
Trazidas por lordes e senhores de um Rei ditador…
Cobrando liberdade a um povo que por ela ardia
Forçados às leis impostas pelas espadas, suor e dor

Um resto de uma agradável semana!

Bem-haja!

O eterno abraço…

-MANZAS-

O Profeta disse...

O silêncio da solidão mora em meus olhos
Revela-se na tristeza, retém a palavra amarga
Tem a nudez de um aguaceiro de Maio
Uma garganta presa em grades que a voz embarga

Hoje a Ilha acordou presa ao silêncio
Os pássaros voaram no chão de barro frio
Esqueceram-se de subir ao azul
Lavaram as penas nas águas de um rio


Convido-te a descansar a alma nas minhas pedras de Ouro


Mágico beijo

Vieira Calado disse...

O poema tem passagens bem bonitas!

Cumprimentos meus

_E se eu fosse puta...Tu lias?_ disse...

Sarava


:) gostei como sempre

Olhos de mel disse...

Passando e deixando um beijo a todos.

GarçaReal disse...

Será a presença da ausência?

Talvez

A beleza presente

Como conheço bem esta música....

Bjgrande do Lago

O Profeta disse...

As madrugadas na Ilha
São feitas de morna calmaria
A brisa dança no silêncio
Os pássaros dormem em harmonia

Uma valsa de bonança
O rodopio das águas de um ribeiro
As hortênsias pintam a terra de azul
Um sino solta o seu tocar primeiro



Boa Páscoa


Mágico beijo

Lyra disse...

Olá, venho desejar uma Boa Páscoa, replecta de amêndoas e boa disposição.

Beijinhos e até breve.

Lyra
;O)

sagitario disse...

a minha 1ª. visita a este cantinho delicioso, fiquei maravilhada, aqui há boa poesia, a musica é perfeita e sinto-me muito bem, voltarei muitas mais vezes com todo o prazer,

Uma boa Páscoa com muita luz, Paz e AMOR

Sonia Schmorantz disse...

É um belo espaço que tens aqui...
Que tenham uma maravilhosa nova semana, plena de inspiração.
Um abraço

Deusa Odoyá disse...

Olá, meus amigos da Alma Poética.
Um lindo poema, com muita sensibilidade e amor.
Uma semana de muitos sonhos e paz.
Beijinhos doces de sua amiga.
Regina Coeli.
fiquem na paz.