RETALHOS

RETALHOS

Angustias e mentiras
Oprimem meu coração
Porém nada mais são
Que asas da solidão
De se estar só no corpo
Quando não se está só na alma

Diante do mar me assombro
Com tamanha realeza
Mas dele me nasce o sonho
Que vence a incerteza
De vagar por esta terra
Tentando viver minha vida
Da forma mais precisa

Mas às vezes vem a dor
Misturada a paixão
De te ter dentro da alma
Incrustado no coração
De não poder tocar o corpo
Me tirando então dessa ilusão

Que fazer com a solidão
Que invade meu peito agora
Uma agonia doída
De que talvez não consiga ver
O amanhecer, a aurora
E com isso retalho a alma

Minha alma esta partida
E eu ando a vagar
Por terras tão distantes
Que nem sei que nome dar
Mas nelas tenho a esperança
De poder te encontrar

Minha alma em retalhos
Que me ponho a costurar
Com linha da esperança
De um dia te reencontrar
Nessas terras, nossas terra
Tão distantes de além mar

By Eärwen Tulcakelumë

11 comentários:

Lea disse...

Mais uma perola que partilhas connosco. e esta bem sentida. Gostei! muito!

MEU DOCE AMOR disse...

deixo um beijo.Palavras lindas...

SILÊNCIO CULPADO disse...

Simplesmente delicioso. Sinto que a minah alma partilha contigo estes sentimentos que nos ultrapassam.

efeneto disse...

...amiga, quando deparamos com palavras escritas onde a sua qualidade poetica vem ao de cima, pouco á a dizer ou escrevar, mas muito há a admirar e contemplar. A beleza de cada frase lida é ultrapassada rápidamente pela seguinte...mais uma vez me orgulho de a ter como colega e acima de tudo amiga...simples beijo carregado de amizade...

Maria Clarinda disse...

Lindo!!!!Jhs mil

lua prateada disse...

Que fazer com a solidão...Minha alma em retalhos...estás simplesmente...FANTÁSTICO.Beijinho com carinho da
SOL

NETMITO disse...

Linda alma a tua ))

DUAS ASAS AO SOL SÃO FOGO,DUAS SÃO AS VOZES AO CORPO,SOLIDIFICO A ALMA,E VIVO COMO POETA À LUZ...

Bruxinhachellot disse...

Solidão oprime o peito e transfigura a alma. Lindas palavras e um sentir solitário.

Beijos de Sol e de Lua.

Olhos de mel disse...

Que lindo, amei! Não se permita essa tristeza infinita. É complicado, mas precisamos nos agarrar a qualquer coisa pra não nos deixar levar pela tristeza.
Fique com Deus!
Beijos

Eärwen Tulcakelumë disse...

LEA,
MEU DOCE AMOR
SILENCIO CULPADO
EFENETO
MARIA CLARINDA
LUA PRATEADA
NETMITO
BRUXINHACHELLOT
OLHOS DE MEL

Aos amigos que aqui estiveram deixo pérolas incandescentes de agradecimento.

Eärwen

manuela disse...

Viver na solidão na esperança do reencontro...o estar só entre a multidão porque falta um pedaço de nós...belo!...beijos, amiga.