Horas Mortas...

Dois murmúrios de tristeza
Eco de uma solidão esquecida
Que ao passar pela vida,
Uma ruga desenha
Nas fases da razão.

Escuto atento o silêncio
Desta verdade amarga
Que decidido destruiu
Uma ilusão inventada.

Contrastes definidos
Entre sons surdos de saudade
E afagos de alegria,
Que a felicidade diferente
De um presente sem duvidas,
Generosa me oferece.

Vejo sorrindo
Meditando desinteressado
Esquecendo indiferentes
O teu rosto, MULHER.

efeneto

12 comentários:

Eärwen Tulcakelumë disse...

Tens meu querido Amigo uma veia poética linda. Estamos saudosos, isto é um fato. Mas nas tuas mãos esta palavra toma uma coloração mais amena.

Que os Anjos da Inspiração não te abandonem, é o desejo que entrego ao Criador nesta pérola incandescente que te dou.

Eärwen

Moinante disse...

Caro Efeneno :
MULHER = A FONTE INSPIRAÇÃO , NINFAS SEREIAS OU SIMPLESMENTE REAIS . Gostei muito dete momento


Um abraço amigo do tamanho do mundo .

Um Momento... disse...

Meu Amigo
MULHER
Eu sou
O POema lindo
Tu...
Um Poeta
Um beijo e um Sorriso
(*)

O Sentir dos sentidos disse...

Meu Querido Amigo Efeneto,

Adoro!!! Amo!!! a maneira como tu poema a MULHER...bem lembro que comentei em teu espaço primeira vez, por um escrito que fez sobre a MULHER...e, mais uma vez prova que realmente és de uma sensibilidade intensa, e que possui um grande respeito e admiração por nós...MULHERES.
Este teu poema, é doce e tão verdadeiro...intenso e verdadeiro.
Beijo,

O Sentir dos sentidos disse...

Eu novamente: Uma correção:Escrevi errado o final do meu comentário, que seria desta forma:
...Intenso, inteiro.

Um errinho, de quem anda com a cabeça nas nuvens.Aproveito aqui e te deixo outro Beijo, e um ótimo final de semana. :)

manuela disse...

«Vejo sorridente...» que o teu presente está mais doce que o teu passado recente...puseste nos teus últimos poemas sentimentos sentidos e magoados, um sofrer eterno...sinto aqui uma tranquilidade renascida de mão dada com o sofrimento mas mais conformado, mais acordado para continuar o caminho do amor...beijos.

Naeno disse...

Ê figura linda, vi teu comentário e gostei demais. Quero ser recíproco não por agradecimento, mas por mérito de tua poesia que é muito, muito bonita.

Um beijo

Naeno

efeneto disse...

*earwen*
...felizmente não sou só eu que tenho essa veia...tu e os nossos amigos também...um beijo cheio de palavras.
*moinante*
...sublinho por baixo tudo o que escreveu...que seria dos mortais sem elas, para quem gosta delas sabe tão bem escreve-las!...abraço amigo.
*um momento...*
...e continua a ser como és para eu te "adorar" e continuar a escrever...beijo.
*o sentir dos...*
...não faço mais do que a minha obrigação como homem de vos "adorar" e principalmente respeitar...beijo doce.
*manuela*
...tranquilidade renascida de mão dada com o sofrimento...pode ser estranho mas por vezes sinto-me tão bem assim...um beijo especial para ti.
*naeno*
...é sempre gratificante quando o que escrevemos é lido e apreciado por todos e recebemos novos leitores que passam a ser novos amigos. Eu e os meus colegas de palavras faremos os possíveis para que a sua vinda seja isso mesmo...bem-vinda. Um abraço.

MIGUEL GIRASSOL disse...

outra bela poesia

Sisi disse...

gostei do poema:)
esta lindo
jinhos doces com sabor a xocolate
mu@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@:))))

bom fim de semana:)

©õllyß®y disse...

Horas, diria todas elas são tão vivas,de coisas boas e menos boas...Sentir de uma Alma de Poeta...
Pois então aqui estou eu...

Meu bem haja pelo merecimento de todos Vós...

Doce beijo

lua prateada disse...

Querido amigo! Saber escutar o silêncio...é previlégio de pouca gente mas tu sabes!...Parabéns e Bjinho da amiga
SOL