SAUDADES ...DE TI

Saudades ... de ti

Esta saudade como bruta é infinita
É a saudade que chora, e até grita
Aquela que tive outrora, sempre persiste
Atormenta-me, essa saudade até que existe.

São as saudades dos teus beijos
São saudades dos teus desejos
Esta loucura
Que não tem cura
Saudades de tudo o que senti
É estranho, mas é saudades de ti.

efeneto*
Na tua ausência meu Amigo Efeneto, coloco aqui um poema teu, como um carinho para te-lo presente conosco e acho que o título bem traduz o que nós, teus amigos sentimos.
Um beijo carinhoso em forma de pérolas incandescentes.
Eärwen

10 comentários:

Meg disse...

Estas são saudades, elas próprias incandescentes.
Parabéns ao Efeneto e a quem fez este sentido poema.Amigos assim... vale a pena.
Um abraço

Olhos de mel disse...

Ler os poemas de Efeneto é sentir o cheiro da primavera! E a saudade é grande, embora espere que ele aproveite bastante as férias.
Obrigada pelo carinho que nos presenteia. Uma feliz semana! Beijos

Um Momento disse...

Sorrindo:)
Saudades de vir aqui
Do Efeneto de ti
Deixo um Beijo
(*)

Dia lindo

Paula Raposo disse...

Um belíssimo poema!

manuela disse...

Amigo, definiste maravilhosamente a saudade de alguém...este espaço não é o mesmo sem ti...beijos, poeta.

Som Do Silêncio disse...

E quem não sente saudades...

Mais um belissimo poema.

Um Beijo Sereno

suruka disse...

ESSE SENTIMENTO !!!

bj

lua prateada disse...

Earwen..OBRIGADA por teres tido a iniciativa que nenhum de nós ousou ter, apesar de todos sentirem o mesmo.TU ó AMIGO...volta...mas volta bem para todos nós que te amamos.Beijinho prateado com carinho para todos da
SOL

Marrie disse...

E qta saudade!!!

jguerra disse...

Sentimos sim, saudade de ti. Mas todos temos direito a um intervalo e a ser lembrados pelos amigos. Sabe bem saber que alguém nos espera.
Um abraço