O Murmúrio do Silêncio


Ouvindo o murmúrio do silêncio...
Encontro-me, abstracta...
Completamente alheia, a todo e
Qualquer som vindo do mundo exterior.
Sinto que o viver... é deixar fluir esta
Sensação de liberdade infinita,
Que se envolve ao meu redor...
Onde meus olhos não têm alcance
Para mais ver...
Onde meus ouvidos não têm mais
Audição para ouvirem...
onde... minha garganta
Por mais que se quisesse libertar
Não teria força!...nem para um eco ser ouvido...


SOL

14 comentários:

GarçaReal disse...

Adorei este teu "Murmúrio do silêncio".

Está belo

bjgrande

poetaeusou disse...

*
Encontro-me, abstracta...
*
ji
*

Olhos de mel disse...

Sol, nos murmúrios do silêncio, escutamos nossos clamores. Poema doce, melancólico, mas de uma beleza profunda!
Que sua semana seja cheia de realizações. Fique com Deus!
Bjs

NETMITO disse...

Ainda estou a escutar o eco...)*

pessoa nenhuma disse...

no teu blog a ultima publicação foi sobre o escutar a musica..aqui, abstrata te encontras e nem o eco ouves..
gosto da importancia que dás ao som na tua escrita, porque ele faz parte de todos nós ;)

Um Momento disse...

E aqui estou eu...
Em silêncio...
Desejando uma noite serena
Beijo terno(*)

gasolina disse...

Fotografia linda.

E a palavra a gritar.

Beijinhos.

Bia disse...

Atendendo a um convite do amigo Efeneto estive a visitar este blog onde encontrei amigos que me dão o prazer de estar sempre a visitar meu espaço, tais como: Eärwen, Collybry, Buterfly, JGuerra, e o próprio Efeneto.

Pude constatar a qualidade e beleza de tão lindo refúgio, onde a alma e o coração dos autores estão espalhados nos versos delicados e tão sentidos de uma poesia de primeira.

Ainda não tinha tido a oportunidade de conhecer o trabalho de O Sentir dos sentidos, da Manoela, e de Sol, que também me encantou pela sensibilidade dos poemas aqui expostos. Oportunamente quero visitar seus espaços.

Quero ressaltar também a beleza das imagens que nos chamam a atenção pela escolha esmerada e associação primorosa com os textos postados.

Tudo aqui é lindo! E dá-nos a idéia exata do cuidado com que tudo é feito. Parabéns Efeneto, pela excelente escolha do staf poético para compor tua idéia de beleza em poesia.

A todos deixo pétalas de lindas, delicadas e perfumadas flores, beijos no coração de cada um, e os votos de dias de alegria e paz na semana que se inicia.

Eärwen Tulcakelumë disse...

E é neste silêncio que vamos ouvir a nossa voz interior. Tenha certeza disso minha amiga.

Pérolas incandescentes de paz.

Eärwen

simplesmente...eu* disse...

...o silêncio é mais precioso que um conjunto de palavras que por vezes não conseguem exprimir o que o silêncio faz...
Simplesmente...um beijo carinhoso

Palavras ao vento disse...

Neste momento... É o que mais preciso, é ouvir o barulho do silêncio...

Beijinhos de sol

Maria Valadas

Entre linhas... disse...

Nos murmúrios do silêncio escutámos os clamores da noite.
bjs Zita

©õllyß®y disse...

Que doce mermurio em palavras...

Doce beijo

lua prateada disse...

A todos vós meus amigos eu venho aqui desejar-vos uma semana maravilhosa, e obrigados pela passagem pelo meu cantinho...Beijinhos com carinho da
SOL