Desenhei...pintei...


Desenhei um lindo arco-íris no caminho por onde teus pés te trarão.

Coloquei pétalas de rosas cor de rosa, vermelhas, brancas e amarelas, para perfumarem com suavidade a atmosfera ao teu redor.

Pintei um céu completamente azul, bordei brilhantes estrelas e com elas circundei uma lua cheia que de tão cheia iluminava o universo.

Pedi aos anjos que unissem suas vozes num lindo coral, e inundassem o ar com as melodias mais bonitas que tocassem teu coração.

E por fim estou aqui com a alma totalmente apaixonada, trazendo nas mãos um manto feito de poemas de amor, perfumado com versos de ternura, de paixão e de carinho, construído com o que de melhor existe em mim, pronto para te envolver e te tomar nos meus braços quando aqui chegares.
paulomello

10 comentários:

lua prateada disse...

Amigo ...como eu queria que um dia alguem desenhasse um arco-íris e que fosse eu a passar por ele.Está lindo!!!Parabéns para ti e para essa pessoa que decerto só pode ser maravilhosa.BJ com ternura
Lua Prateada

efeneto disse...

Uma das particulariedades que encontro nos seus poemas/prosas é a facilidade que tem em "colorir" as palavras que escreve.Ao ler qualquer dos seus textos, é como olhar um quadro imaginário onde as palavras se confundem com cores e sabores, pois a poesia tem "sabor". Obrigado amigo por esta sua partilha de "sabores". Como é bom "saborear" as palavras.
Abraço amigo.
efeneto

Um Momento... disse...

Desenhe, pinte , palavras mágicas, sentimento profundo, sentido, cheias de cor
Gostei do espaço que ocupei por momentos
Voltarei com certeza :)
Um bom inicio de semana e
Um sorriso com todas as cores do arco iris
Até mais ler :))

Eärwen Tulcakelumë disse...

Meu amigo,

Não importa onde escrevas teus textos, poemas...são sempre divinos.
É um prazer ler-te .

Recebe meu carinho.

Eärwen

manuela disse...

Uma bela declaração de amor feita de palavras doces de tão suaves que são...a magia do sentimento profundo...

Um Momento... disse...

Gostaria que passasse no meu blog
Tenho algo ... especial para entregar:)
Um beijo neste e deste Momento
Até já :)

linfoma_a-escrota disse...

III

Por entre a sujidade dos livros impunes
choro a religião que nunca escreverei.
À beira rio,
bem no seio das rochas do ócio
olho o sol e não traz nada de novo.
Vejo os ténis da cinderela a flutuar
(uma tentativa fútil da sua inocência),
tenta esconder por uma muralha de raiva
o facto de necessitar destes tambores
que vou magoando inexperientemente.
Não posso deixar a maré levá-los,
tudo aquilo de que dependo baseia-se
na frieza do seu perdão que parece não chegar.

Que eles soem eternamente...

De volta aos cortinados avermelhados
antigamente lembro seu choro inicial e,
é em tal felicidade sem consequências,
que recordo onde errei.
De que forma brutalmente obsessiva
como sádico soluço que sufoca e alimenta,
assim te encadernei no negrito do meu ser,
aquele habitante longínquo que se ri
dos tumores do nariz e dentes quebradiços,
foi a ele que foste apresentada
com tal simbiose que não achava possível.
2002
in FOTOSINTESE



WWW.MOTORATASDEMARTE.BLOGSPOT.COM

MEU DOCE AMOR disse...

O arco-íris...o caminho eterno.Lindo.

Beijinho doce

Ilda Oliveira disse...

Lindo amigo estas palavras repletas de sentido...
As palavras são para ser bem usadas...Tu sabes como fazer...
Continua irmão das palavras...
Beijo Ilda

Moinante disse...

Caro amigo :
A paixão exposta desta forma ainda a torna mais intensa , é bom sentir no ar tal odor , mesmo que se tenha de cruzar o universo para encontrar a felicidade , nunca é uma viagem perdida ...

Bom fim de semana .