Corpo de Poeta...



Poeta,
Que vagueias à procura da
Palavra perfeita
Para rimar
E lhe seres fiel, no dizer
Do teu sentir...

Palavras, as vais juntado
Uma a uma nesse rascunho
De lápis quiçá, num pedaço de papel
As memorias e
O sonho, desenhas
Em traços,
Desconexos
Que não realizas-te…

Escreves o tempo
Que passou, nele te
Perdes-te…
De olhos vendados e
Só…

Enredado de sombras do
Amor que recusas-te
Do beijo que não dês-te…
Que sentes a emoção
Que aflora na tua pele, da desdita
Escrita nesse grito…
De ti,
Poeta

©õllyß®y

12 comentários:

Chama Violeta disse...

Mágico! Todas as palavras reunidas,formaram este lindo poema!
Boa semana,beijos violeta!

http://reacenderachamavioleta.blogspot.com/

lua prateada disse...

Amiga venho aqui dar-te as boas vindas!...Parabéns pelo lindo poema.Beijinho com carinho da
SOL

manuela disse...

Ser poeta é assim...escreves com o sentir e é maravilhoso...é um prazer ter-te neste espaço...beijos.

©õllyß®y disse...

Grata fico pelas palavras amorosas de boas vinda...

Á Lua prateada
e
Manuela

Doce beijo

efeneto disse...

Se os gestos e as palavras que sonhei,
a maioria não usei talvez não usarei,
Se nada do que levo a efeito vale,
Que eu me não mova! Que eu me cale!...

Olá amiga...fui buscar isto ao "vitral" para te desejar as boas vindas e dizer-te que podes usar aqui as palavras e os gestos...beijo amigo...efeneto.

Um Momento... disse...

Vagueando encontrei... este lindo poema !!
Belo!!
Um sorriso e um beijo...
noite seena (*)

Eärwen Tulcakelumë disse...

Mais uma vez, bem vinda ao grupo.
Deixo um pérola incandescente pela beleza das palavras.

Eärwen

Naeno disse...

Linda poesia, me senti dentro dela viajando pelos caminhos qeu desenhastes.

ANJO

Anjo, que sobrevoa meu sonho
Me deixa alerta, desperto,
Me deixa muito mais perto
Das coisas boas da vida.

Anjo, te enxergar é complexo,
É se curvar circunflexo,
Compenetrado, tristonho
Diante tua luz refletida.

Não quero nexo,
Sem essa ausência de sexo
Eu quero te ver perplexo
Anjo tirado de mim.
Te quero anjo no céu,
Te qero voando ao léu.

Um beijo Colybry
Naeno

MEU DOCE AMOR disse...

Sempre o sonho...lindo poema.E com sonhos...no Vem Sonhsr comigo,grande prémio da blogosfera.Com som alto:)))

Beijinho doce

Um Momento... disse...

Que poema lindo!!!!...

Pode passar na minha casinha sff?
Grata
Um beijo de noite serena (",)

Maria Valadas disse...

E no poema me perdi... por entre palavras mágicas que complementaram
o sentir de um poeta!

O " espaço" Almas poéticas, vai ficar mais enriquecedor, com a entrada de mais uma poetisa que fala com alma!

Collybry... que a tua veia poética, seja uma elevação por onde passares!

Beijos com carinho,

Maria

Ana S. disse...

Muito giro o poema!
É bom ser poeta para dar asas á imaginação.
beijinhos