no Dia Mundial da Criança...

Neste dia em que nem tudo é cor-de-rosa vou partilhar com os amigos algo que me chegou ás mãos. Quando aos dez anos uma criança considera a morte como o supremo estado de felicidade, os adultos deverão meditar nas falhas da sociedade que construíram para os seus filhos. A palavra das crianças, dura, autêntica e directa, trazem-nos a lição das suas realidades virgens. Algo escrito por uma criança, dedicado especialmente aos adultos:
SER FELIZ É MORRER.

Ser feliz,
é não sentir o frio no nosso corpo
até ficar roxo no Inverno.
Ser feliz.
é não comer broa com bolor
ou sentir o prato vazio rapidamente.
Ser feliz,
é não levar tareia da mãe
porque trabalhamos devagar.
Ser feliz,
é ter uma casa sem buracos
e uma cama fofinha.
Ser feliz,
É depois da quarta classe
poder estudar mais.
Ser feliz,
é ter emprego e tirar um curso.
Ser feliz,
é o pai não bater na mãe
porque se embebeda.
Ser feliz,
é ter bolas para brincar.
Ser feliz,
é não chorar.
Ser feliz,
é ter uma prenda na noite de Natal
ou no dia de anos.
Ser feliz,
é poder comprar os medicamentos
para os manos quando adoecem.
Para mim
Ser feliz
É morrer…

E tu, quando tiveres tudo isto
que eu não tenho.
Tens a felicidade!

Maria Isabel A. Serra
10 Anos
Cruz do Fundão, Sertã

12 comentários:

Lu@r disse...

Realmente é um dia especial para um ser tão especial.
Pena é que nem todas as crianças sejam felizes, qual Aeroporto qual caraças...de porta em porta, mostrava-mos que a felicidade pode existir, basta todos ajudarem.

Beijo doce

Mário Margaride disse...

Neste dia mundial da criança. Deixo aqui este meu poema, que dedico a todas as crianças do mundo.

Um grande abraço!


SÓ TU DOCE CRIANÇA

Nas tuas mãos um papel
Pode ser de mil cores
Um soldado sem quartel
Ou um jardim com flores

Um avião que não pousa
Uma bala que não mata
Um cavalo sem arreata
Que não conhece senhor

Um irmão com quem tu brincas
À apanha, e ao pião
Um pão quente que tu trincas
Como só se trinca o pão

Pai que te faz companhia
Nos teus sonhos sempre belos
Uma mãe quente e macia
E que te afaga os cabelos

Tudo quanto a vista alcança
E possas imaginar
Que só tu doce criança
Consegues reinventar.

Mário Margaride

jguerra disse...

Que profundiade. Realmente, é caso para nós adultos reflectirmos.

Maria Clarinda disse...

Apenas poderão as lágrimas que correm pelas minhas faces falar...
.....não tenho palavras.
Jhs.

=**Estrelademim**= disse...

amigo efeneto...ao ler este poema quero-te dizer que me arrepiei toda de dôr e dos meus olhos lágrimas correram pla minha face ...esta dura e pura realidade que uma criança passou para o papel toda a sua dor...estou sem palavras (desculpa)beijinho doçe desta tua amiga e admiradora

manuela disse...

Lágrimas que correm e dilaceram o coração...um apelo ao fim do silêncio....

Mário Margaride disse...

Amigo efeneto,

É um enorme prazer para mim. "Emprestar-lhe" este poema que aqui ontem deixei, para o amigo o poder postar noutro local.

Que de alguma forma ajude, a que ganhemos consciência para não maltratarmos as nossas crianças.
E pelo contrário as ajudemos a crescer saudávelmente como criaças.

Um grande abraço

Paulo Mello disse...

Mais uma postagem que nos faz refletir sobre nosso papel nessa sociedade tão displicente de suas obrigações para com aquelas que são o futuro da humanidade, e que são nossa responsabilidade. Mais um post que choca pela realidade apresentada, como tantos outros que hoje já vi espalhado nessa blogosfera. Pelo menos é um sinal da conscientização que está tomando conta do mundo para um problema tão crucial. Parabéns, amigo, pela publicação.

Ilda Oliveira disse...

Felicidade, sentimento Real ou Ideal ?
Questionado-me digo o que será realmente o verdadeiro estado de Felicidade ?
Será paixão em coração desconhecedor de Amor verdadeiro?
Em seu contínuo caminhar, buscará um Todo Supremo como meta final.
Poderá “Ela” de facto ser conseguida por completo ou apenas momentânea .
Quem sabe já o seja em pequenos momentos de encorajamento de jornadas no caminho daqueles em que a Coragem e a Esperança já souberam manter.
E mesmo quando a Vida lhes trouxe grandes lutas, não a abandonaram.
E para aqueles que souberam manter-se fiéis a seu ser Interior intensamente vibrante, o brotar constante os transformou em lindas flores no jardim do Pai.
Felicidade poderá ser :
Um simples sorriso de Criança, Idoso ou outro Ser que cruze teu caminho.
Um simples regresso como reflexo de atitudes por ti semeadas num passado mais ou menos distante...
Ou até um simples constatar inesperado de virtudes, nos teus familiares, amigos ou desconhecidos que certo dia cruzaram teu caminho.
Não a busques pois talvez então nunca a encontres.
Dá-a através dos teus melhores pensamentos, acções.
E que esse doar te seja tão necessário, quanto o próprio respirar.
Por aqui passei ...Obrigado pela Partilha...
Amei e em troca deixei algo escrito num dos meus desabafos num escrito que em parte aqui deixei...
Boa Semana...
Beijo em seu coração
ILDA OLIVEIRA

efeneto disse...

#lu@r
#mário margaride
#jguerra
#maria clarinda
#=**estrela de mim**=
#paulo mello
#ilda oliveira
Amigos, o meu objectivo foi conseguido. Dar a conhecer o pensamento de uma criança com apenas 10 anos.Para nós (sociedade) pensarmos.Obrigado pelos comentários...efeneto.

O Sentir dos sentidos disse...

Olá meu amigo,

È de verdade muito triste ver um escrito desta natureza vir de uma criança de apenas 10 anos.Mas,esta é a nossa realidade, não há como fugirmos...e fica em nós um sentimento de impotência que nos massacra a alma...o que deveria ser feito para que todos nós acordássemos e juntando forças mudasse esta realidade? Faço daqui a minha parcela, voce daí faz a sua...outros fazem o mesmo...mas...tudo continua igual.E, eu me sinto muito infeliz com tudo isto que constantemente vejo...esta criança ainda sabe escrever que "ser feliz é morrer", outras só sentem na alma... e nem sabem expressar, porque nem mesmo sabem ler ou escrever.
Uma lágrima sentida,

Anónimo disse...

Aperta-me o peito!

Lembrou-me do "Soldadinho de chumbo"

Abraço

Muito Feliz