DIANTE DO ESPELHO

DIANTE DO ESPELHO

Humanos, errantes .... tão distantes daquele Ser que nos criou.
Trazemos dentro de nós a essência do que precisamos para cumprir essa jornada. Diante disto me pego às vezes perguntando porque complicamos tanto as coisas...

Somos chamados de Guerreiros!!
Filhos desse Grande Senhor, encarnados neste orbe, com uma missão a cumprir.

Por quanto tempo conseguimos manter a imagem do que não somos
para as pessoas que nos rodeiam?

Por quanto tempo nós , humanos, conseguimos tal proeza? Por quê ainda usamos esses tão velhos ardis? Será que achamos que estamos em uma guerra? Guerra de quem contra o quê?

De nós contra nós mesmos! Essa é sem dúvida a pior de todas elas. E a que tentamos evitar, pois temos medo na realidade de nos encararmos, de nos ver como somos.

Porém um Guerreiro é sempre um Guerreiro, esteja ele de que lado estiver e no final da batalha que chamamos vida, voltaremos todos à Casa do Senhor de Todas as Coisas para nossos relatórios apresentar.

Esquecem aqueles que se comprazem em se dizer “negros” que um dia estarão diante Daquele que os criou, esquecem que temos opções, caminhos a escolher... e por ele , com certeza responderemos mais tarde. Este é o nosso presente, que é mais um teste de responsabilidade pois respondemos por cada ato nosso.

Encarnados neste orbe, por vezes nos vemos tentados a seduzir para termos o que quisermos. É assim acordamos em nós um lado que dormindo está. E é triste quando nos damos conta, que perdemos o controle. Que este lado nos fascina, nos prende, facilita de todos os modos os prazeres que podemos ter.

Por esse motivo fomos criados por um só Senhor. E por mais que o mal, o lado negro ou como queiram se auto denominar queria dizer que não “ele” se encontra sub julgado à Luz do Criador e fará o que tem que ser feito até que o Criador resolva que chegou a hora de colocar um fim nisso.

E ai nos olhamos nos espelho e nos vemos tal qual somos, sem máscaras, sem disfarces, encaramos nossa própria nudez.
E espero que nunca nos arrependamos da imagem que refletirmos.

By Eärwen Tulcakelumë

9 comentários:

manuela disse...

Gostei muito da imagem de nos olharmos ao espelho sem receio de nós próprios...Não sei se será assim mas quero acreditar que sim...o dia chegará em que seremos todos uma corrente de energia que se alimenta de amor...até là o Ser Humano passa por várias etapas para chegar à Luz do entendimento e da fraternidade...uma noite doce sem medo do espelho...beijos.

Paulo Mello disse...

Bem o disseste, amiga, da importância do reflexo de todas as nossas atitudes tomadas ao longo desse caminho tão cheio de mistério. Se soubermos percorrê-lo tendo em mente tudo aquilo que ¨intuímos¨ nos foi dado como lições a aprender/ensinar enquanto nesta dimensão estivermos, certamente só fará acrescentar mais luz à centelha que nos foi dada quando ¨partimos¨. Um belo texto, amiga, com tua indiscutível marca de aprendizado de vida tão bem construído.

Lá, como aqui, um abraço afetuoso e renovação dos votos de um excelente final de semana.

naenorocha1@hotmail.com disse...

Lindo texto, bem escrito e um desenrolar poético.

Um beijo
Naeno

Som Do Silêncio disse...

É sempre bom quando nos podemos vêr tal como somos.
Um belo texto muito bem elaborado.
Um Beijo em Silêncio

Eärwen Tulcakelumë disse...

Manuela

Agradeço teu carinho sempre.
Uma pérola incandescente em forma de beijo.

Eärwen

Eärwen Tulcakelumë disse...

Paulo Mello

Meu querido amigo, tuas palavras sempre são carinhos.

Eärwen

Eärwen Tulcakelumë disse...

Naeno ( naenorocha1)

Agradeço as tuas palavras. És sempre bem vindo a este espaço.

Eärwen

Eärwen Tulcakelumë disse...

Som do Silêncio

Obrigado por tua visita e carinho nas palavras.

Eärwen

jguerra disse...

Vermo-nos como somos é o maior desafio de cada ser humano. Em muitas ocasiões, temos ideia do que somos pelo reflexo do outro.